domingo, 15 de outubro de 2006

Domingo No Mundo - Sérgio Godinho


Nos finais dos anos noventa o "canta-autor" português Sérgio Godinho presenteou os seu fãs com um trabalho discográfico entitulado "Domingo no Mundo". As temáticas eram variadas, mas, hoje, nesta manhã de Domingo, acordei com os acordes de um flagelo que persiste em Portugal e no mundo. O trabalho infantil. Vejam esta letra composta com a sensibilidade de um homem do norte, que, por acaso, ainda é onde persiste esta realidade típica do 3º mundo...

"Acorda rapaz o dia rompe
através do sono escuro
abriga o teu corpo de onze anos
tens que ir trabalhar no duro

No ano passado neste tempo
ainda andavas tu na escola
mas a familia cresce e tu és rijo
e aqui ninguém pede esmola

Hoje vais ser homem
por quase nove horas
sabes lá das horas...

Mas talvez amanhã seja Domingo no mundo
e tudo bata certo nem que por um segundo
fogo de artificio se ouviria
se fosse assim p'ra sempre um dia!

Cuidado!
Atenção!
É proibido fazer lume
risco de explosão
Cuidado!
Atenção!
E proibido fazer lume
risco de explosão

Carregas canudos em caixotes
fazes fogos de artificio
misturas a pólvora às estrelas
e o arco-iris ao bulicio

Se chega o fiscal faz-te de tolo
estás ali porque até gostas
Deixa o patrão dar-lhe o envelope
e ficas logo grande, apostas?

Hoje vais crescer
para lá do teu tamanho
o cansaco é tamanho

Mas talvez amanhã seja Domingo no mundo
e tudo bata certo nem que por um segundo
fogo de artificio explodiria
se fosse assim para sempre um dia

Cuidado!
Atenção!
É proibido fazer lume
risco de explosão
oohhoh!
Cuidado!
Atenção!
E proibido fazer lume
risco de explosão

Cuidado com o manuseamento
nao te enganes tu também
olhas de soslaio o tipo ao lado
que três dedos a menos tem

paras para o almoco e à sucapa
vês revistas de homens grandes
vais ter que acender o teu cigarro
nem que pelos ares te mandes

Ah, como e difícil
saber do amor
eu sei lá o que é o amor...

Mas talvez amanhã seja Domingo no mundo
e tudo bata certo nem que por um segundo
fogo de artificio explodiria
se tu me amasses algum dia

ohohh!
Cuidado!
Atenção!
É proibido fazer lume
risco de explosão
Cuidado!
Atenção!
É proibido fazer lume
risco de explosao
ohohhh!
Cuidado!
Atenção!
É proibido fazer lume
risco de explosao


Cuidado!
Atencao!
E proibido fazer lume
risco de explosao...

Na fabrica de fogo de artificio
houve dizem fogo posto
e um menino sonha a noite inteira
que perdeu no escuro o rosto"

1 comentário:

María la Portuguesa disse...

No hace tanto tiempo el trabajo infantil era una realidad a la que pocos escapaban. Ahora, los países "desarrollados" son los únicos que consiguieron zafarse de esta lacra. Una forma de esclavitud, por eso la esclavitud no ha desaparecido de la faz de la tierra, unida siempre a la palabras pobreza y desigualdad.